Água tem memória

A água tem memória. Foi umas das frases que guardei do filme #frozen2. Essa é uma das forças de uma história, a fala de um personagem, que acorda em você um universo inteiro de memórias. Sabe as histórias tem esse poder de descortinar a verdade, de passar dentro da gente e tocar o que precisa ser tocado em cada um de nós.

Elas são como despertadores dos nossos sonhos, da nossa trajetória, nos levam a cuidar da nossa jornada, do nosso crescimento de um jeito mais mágico. Você já sentiu isso ouvindo uma história? Vendo um filme? Lendo um livro? Aquela luz que ascende dentro, que diz assim: é isso!!! Foi assim! Lembra?  E como um novo filme algum momento da sua vida passa em sua tela mental e você encontra a saída para um caminho tortuoso. Você lembra de suas habilidades esquecidas ou aceita eu precisa desenvolver outras?

É desse jeito que as histórias nos movem para buscar dentro de nós as atitudes que precisamos. Às vezes essas atitudes são reconhecimentos, outras vezes descobertas inusitadas. Às vezes separa a gente do que a gente acha que ama e às vezes nos junta com aquilo que não queremos conviver, mas é necessário para o fluxo da vida.  Isso não importa.

O que importa é essa permissão que nos damos de sair da realidade e reencontrar nesse território de magia e encantamento a possibilidade de tornar o invisível visível, o impossível possível e nos inspirar a criar outras possibilidades de seguir em frente e viver. Porque afinal quando a vida não tá do jeito que a gente gostaria, é a gente mesmo a pessoa responsável, é a gente mesmo que pode escolher fazer diferente.

E se de tudo as histórias não trouxerem nenhuma compreensão ou resposta elas podem ser oportunidades para relaxar a mente e refazer as energias do dia a dia.