,

Colégio Vera Cruz

A escola é um espaço de aprendizagem em seus mais variados tons. Nela aprendemos a nos relacionar com o conhecimento e com as pessoas. São muitas experiências que levamos dos primeiros anos da infância registradas em nossas descobertas do mundo. Ali nesse berço de saberes encontrar a natureza e seus ciclos pode transformar nossa relação com ela por nossa vida.

Minha primeira experiência com a escola com o projeto Cultivar Paisagens foi em 2016. As crianças do grupo 5 estavam com um projeto que havia nascido de uma atividade com os pais de semear sementes de maracujá. Quando essas já estavam crescidas e precisavam sair do vaso para irem para terra, fizemos um trabalho juntos. As crianças no ano seguinte iriam mudar de unidade e entrariam na alfabetização e com isso elas precisavam construir a coragem dentro delas. Para colaborar com esse percurso, fui lá para contar a histórias de sementes que com sua coragem rompem a casca e vão rumo ao sol. Junto a essa atividade fizemos o plantio das mudas em um espaço da escola para elas verem o que elas também deixariam lá, crescendo e florescendo no próximo ano. A atividade deu seus frutos e no ano seguinte o trabalho contou com outro tema.

O novo tema tratava de como aprender a cuidar. Cuidado é algo que se aprende vivendo e percebendo o que acontece diretamente com nossas ações. Então, ofereci histórias que pudessem nutrir essas percepções e as crianças passaram a cuidar de uma horta e a perceber na pratica a diferença do que abandonamos e do que abandonamos.

Então em 2018 o departamento de artes sentiu necessidade de ampliar a experiência das crianças com as plantas. Eles viram nelas as possibilidades de ensinar sobre beleza, diversidade, texturas, cores, aromas, tamanhos e estética. Além disso, falamos da importância das crianças de relacionarem com os ciclos vida-morte-vida e começarem a perceber os tempos e as estações.

Isso nos levou a criar um pequeno jardim botânico com uma coleção de 60 plantas.